TCM – Triglicerídeos de cadeia média

 tcm oleo de cocoO que são os TCM?

TCM é a abreviação de triglicerídeo de cadeia media. As gorduras que ingerimos diariamente em nossa dieta se encontram na forma de triglicerídeos, que tem seu comprimento definido pelo número de carbonos que possuem em suas cadeias, podendo variar entre 2 e 22. A maior parte do triglicerídeos que ingerimos são triglicerídeos de cadeia longa (TCL), ou seja com mais de 12 carbonos, os de cadeia media se encontram na faixa de 8 a 12 carbonos.

 

Quais suas diferenças quanto a outras gorduras?

O TCM possui 8,3 kcal/g um valor calórico 10% menor que os TCL, que apresenta 9 kcal/g . É uma rápida fonte de energia, pois não está incorporado à lipoproteínas. Por ser mais hidrosolúvel, não necesssita da bile, sua hidrolise acontece pela ação da lipase pancreática, sendo sua absorção no duodeno mais rápida que os TCL . Numa velocidade comprável a da glicose estão na corrente sanguínea, e são levadas diretamente ao fígado e músculos, onde são usadas como fonte imediata de energia.

 

Quais os benefícios do TCM?

Existem diversos indícios de melhora da resistência física pelo consumo de TCM. Estudos apontam que o consumo do mesmo eleva valores de enzimas chaves do ciclo de Krebs (principal mecanismo energético do corpo) , além de aumentar a taxa de metabolização de gordura corporal tornando mais eficaz a produção de energia celular.

A utilização de lipídeos em exercícios de alta intensidade é essencial, já que estocados no corpo na forma de triglicerídeos, no plasma, tecido adiposo e músculo esquelético, esse estoque chega a ser 60 vezes maior que o de glicogênio, proporcionando uma disponibilização de energia muito mais duradoura. Entretanto a gordura retarda o esvaziamento gástrico, sendo assim uma fonte energética de ação lenta, e devido a grande demanda de energia para atletas de alta intensidade o TCM vem sendo amplamente usado em estratégias para melhora de desempenho.

Outra importante característica é que o TCM pode cruzar a membrana mitocondrial com facilidade, e sem a presença de L-carnitina, que é essencial para o tranporte dos TCL. Essa característica torna a disponibilização de energia mais rápida e sugere que a suplementação de TCM durante o exercício seja uma estratégia para aumentar a disponibilidade de ácidos graxos livres e poupar glicogênio.

Os triglicerídeos de cadeia média podem possuir um efeito anticatabólico por sua fácil conversão energética, poupando a massa muscular de perda tecidual na conversão dos aminoácidos em calorias, a exemplo do que ocorre com os carboidratos. Uma vez que eles podem evitar ou diminuir o catabolismo muscular, possibilitam o aumento da taxa metabólica de repouso, com maior mobilização de gordura.

 

Por que então não usar exclusivamente TCM como fonte de lipídeos?

O TCM não possui em sua composição, todos os ácidos graxos essenciais necessários para nossa sobrevivência, portanto uma dieta em que a única fonte de gordura seja TCM, é deficiente em nutrientes.

 oleo de palma tcmOnde encontrar TCM?

As principais fontes de TCM encontrados na natureza são:

Leite humano: O leite materno apresenta altos níveis de ácido láurico, um triglicerídeo de cadeia media.

Óleo de coco: O ácido láurico compõe aproximadamente 50% da gordura do coco. Entre as outras fontes lipídicas do coco está o ácido caprílico que possui ação antioxidante e é fonte de triglicerídeos de cadeia média (TCM). Excelente para adicionar à vitaminas, shakes, mingau de aveia.

Óleo de palmeira: Também conhecido azeite de dendê e óleo de palma, contém proporções iguais de ácidos graxos saturados (palmítico 44% e esteárico 4%) e não saturados (oléico 40% e linoléico 10%). É uma fonte natural de vitamina E, tocofeiros e tocotrienois que atuam como antioxidantes. É rico também em betacaroteno, fonte importante de vitamina A.

Existem suplementos de TCM em forma de cápsulas ou líquida via oral. Pode-se encontrar também módulos de TCM enriquecidos com ácidos graxos essenciais.

Efeitos colaterais ou contra-indicações?

Quando a ingestão de TCM ultrapassa os 10% do total de calorias diários, podem ocorrer alguns efeitos indesejáveis como desconforto gástrico, diarréia, e aumento dos níveis de colesterol e triglicérides. Pessoas com problemas hepáticos devem consultar um nutricionista ou médico antes de começar o consumo.

Felipe Monteiro Vazami

Anúncios

Sobre vazami

Nutricionista e publicitário. https://nutramorfose.wordpress.com/
Esse post foi publicado em TCM e marcado , , , . Guardar link permanente.

13 respostas para TCM – Triglicerídeos de cadeia média

  1. Wilian Inácio. Iná disse:

    Excelente artigo sobre o TCM. Meu sobrinho utiliza. Foi de diagnosticado com quilomicronemia. Parabéns pelo esclarecimento.

  2. Bell cordeiro. disse:

    Me chamo Bell cordeiro tenho um sobrinho que foi diagnosticado atravez do radiografia idade óssea(mão e punho) o mesmo estar em tratamento com o tcm remédio dificil de ser encontrado, mais encontramos na cidade de Tucuruí-PA atravez de pedido.

  3. Victor disse:

    Olá! Também gostei do artigo. Tenho Doença de Crohn e estou pesquisando sobre o TCM. Mas vi que como efeito contrário está a diarreia….:(

  4. Ana disse:

    Olá, há duas semanas fui ao nutricionista e ela passou pra me tomar o TCM tds os dias (uma colher por dia) mas já fui em algumas farmácias e nenhuma tem ele 😦 uma farmacêutica me indicou ir em uma farmácia de manipulação mas na minha cidade não tem :/ Onde posso encontrar?

    P.S – Fui na nutricionista para ganhar peso, sou mto magrinha e gostaria de saber se TCM vai me ajudar a engordar… bjs ;*

    • vazami disse:

      Olá Ana,

      Para ganhar peso de uma maneira saudável deve-se aumentar a ingestão de alimentos como cereais integrais, raizes, tubérculos, leguminosas, frutas, verduras e legumes.
      O TCM é uma ótima forma de complementar o valor energético de uma dieta, você pode encontra-lo facilmente disponivel como Óleo de coco.

      Espero tê-la ajudado.

  5. Paulo Oliveira disse:

    EXCELENTE post, adorei. Eu tenho usado o óleo de côco para cozinhar (baseado na teoria de que por ser um óleo mais estável a altas temperaturas, seria mais indicado para preparos com temperaturas mais elevadas, corrija-me por fazer se eu não estiver correto). Vc comentou que não é interessante usá-lo como única fonte de lipídio, pois não possui todos ácidos graxos essenciais a nossa sobrevivência. Além do óleo de côco, tb faço a ingestão de 2 colheres de azeite de oliva extra virgem, uma ou duas castanhas e 2 vezes por semana sardinha. O que mais eu poderia incluir na alimentação para suprir a demenda de óleos? Mto obrigado amigo. Fica com Deus. Abração!

    • vazami disse:

      Olá Paulo,

      A teoria da estabilidade está corretíssima, quanto mais saturada a gordura maior a resistência à temperatura.
      Quanto a ingestão de gordura, de acordo com um relatório técnico da organização mundial de saúde (OMS) de 2003, a distribuição deve ser feita da seguinte maneira:

      Gordura total: 15 a 30%
      – Ácidos graxos saturados: < 10%
      – Ácidos graxos poliinsaturados: 6 a 10%
      – Ácidos graxos poliinsaturados ômega-6: 5 a 8%
      – Ácidos graxos poliinsaturados ômega-3: 1 a 2%
      – Ácidos graxos monoinsaturados: Por diferença*
      – Ácidos graxos trans: < 1%

      Não esquecendo que até mesmo as saturadas são necessárias para produção de hormônios sexuais como a testosterona.

      Algumas boas fontes de ácidos graxos são:

      -Castanhas variadas (nozes, amêndoas, macadâmia, amendoim torrado)
      -Tahine ou pasta de amendoim sem açúcar
      -Ovos inteiros com gema
      -Peixes de águas profundas e salgadas (atum, sardinha, salmão)
      -Aveia, soja, centeio e cevada

      Espero ter ajudado,

      Um abraço Paulo

  6. Hizumi disse:

    Olá, os ácidos graxos do óleo de palmeira tem cadeia de C 14:0 para cima, e portanto, não sendo considerado uma fonte de TCM. Porém o óleo de palmiste, extraído da semente da mesma planta contém sim os TCM (ácido láurico (C 12:0) em aproximadamente 46%, ácido cáprico (C 10:0) aproximadamente 3%, ácido caprílico (C 8:0) aproximadamente 3,5%, como pode ser observado nesta pesquisa: http://revistas.ufpr.br/alimentos/article/view/8399/5848

    Eu utilizo em casa e distribuo o palmiste (16) 99767-4321.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s